John Gray – Homens São de Marte, Mulheres São de Vênus

Ana,

eu sempre tive muito, muito preconceito com livro de autoajuda. E dentre os livros de autoajuda, aqueles que mais me dão horror são os sobre relacionamentos (Porque os homens preferem não sei quem, Casais inteligentes enriquecem juntos e coisas do gênero).

Homens são de Marte, mulheres são de Vênus não superou em nada a minha expectativa (ou falta de). O livro é chato, chato, chato. Profundamente chato. E se dá uma importância quase mágica. John Gray parece ser o Içami Tiba (outro que não me desce) dos relacionamentos, e logo no prólogo do livro ele tasca essa:

Literalmente milhares daqueles que freqüentaram meus seminários de final de semana viram seus relacionamentos se transformarem da noite para o dia.

O que esperar de alguém que escreveu um livro chamado Children Are from Heaven, né?

O autor parte do pressuposto que homens e mulheres são duas raças diferentes, que pensam de forma diferente, se comunicam de forma diferente e até sentem de forma distinta. O ponto “positivo” é que ele não faz juízo de valor nessas diferenças (nem superestimando um gênero ou subestimando o outro). Outro ponto não tão ruim é que ele considera que há homens que podem se identificar mais com o universo feminino (descrito pelo autor, claro) e mulheres que se sentirão mais à vontade nas descrições do universo (idem ibidem) masculino. O ponto óbvio gritante é que ele só considera relacionamentos cisgêneros como tal.

Ele ainda se arvora de conhecer tão bem as diferenças entre homens e mulheres que diz já ter ouvido de um e de outro coisas como “nossa, você me descreveu” (ele também deve acreditar em astrologia, imagino):

os homens geralmente dizem “Isso é exatamente como eu sou. Você andou me seguindo por aí? Eu não sinto mais como se alguma coisa estivesse errada comigo”. As mulheres geralmente dizem “Finalmente meu marido me ouve. Eu não tenho que brigar para ser compreendida. Quando você explica nossas diferenças meu marido entende. Obrigada!”

Encantador, hn?

No mais, são 300 e poucas páginas de uma canastrice horrorosa. “Mulheres são mais sensíveis”, “homens precisam de um tempo só pra eles”, “os homens não ouvem as mulheres”, “as mulheres querem mudar os homens” blá blá blá infinito. Eu tinha esquecido como é torturante ler um livro ruim.

– Anna

Anúncios

4 respostas em “John Gray – Homens São de Marte, Mulheres São de Vênus

    • O começo é cretino. Ele contando que a mulher teve um parto difícil, a criança era chorona etc daí ela pediu pro irmão dele ir à farmácia e o cara ESQUECEU, e ela passou o dia sentindo dor. daí ele chegou em casa ela tava puta and chorando e ele ficou puto com ela porque ela não tinha ligado pra ele e tava ~descontando nele~ o péssimo dia que ela teve ¬_¬

      depois ele tenta se retratar, mas me deu ânsia de vômito.

  1. Peguei emprestado esse livro de uma de minhas melhores amigas certa vez, qndo terminei um namoro de 3 anos. Isso faz algum tempo. Ou será que foi o outro livro igual? Bem, nao lembro.

    O fato é que a leitura foi tão interessante que não lembro o conteúdo. Devo ter algum bloqueio para não lembrar mais de coisas que detestei depois deum tempo… vai saber.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s