Ryûnosuke Akutagawa – Rashômon e outros contos

Ana,

O mundo não acabou 😦

Daí que as minhas pretensões pós-apocalípticas (porque claro que eu iria sobreviver) era passar a eternidade numa caverna confortável lendo, comendo e vendo filme. Mas não rolou e, enquanto eu espero meu ressarcimento, aqui vai a resenha 😀

Escolhi ler esse livro porque ele estava no meu caderno de anotações – que eu levo na bolsa e fico anotando coisas que eu quero ler/ ouvir/ assistir mas nunca dou bola – e eu tinha baixado ele e jogado na biblioteca do Calibre. Na verdade, esse parágrafo deveria começar de outra forma: esse livro estava no meu caderno de anotações e eu decidi lê-lo (lelo, coisa horrorosa) porque estou determinada a dar cabo de duas coisas: minha lista do que ler/ ouvir/ assistir e dos meus livros não lidos e já comprados ou baixados.

O problema é que, quando eu comecei a ler, não lembrava de jeito nenhum o porquê de eu ter me interessado tanto por ele, ao ponto de ter anotado o título e já baixado e convertido pra mobi. E eu li um conto e achei muito bom. Li outro, o mais famoso do livro (Dentro do Bosque, gratuito pra ler), e o melhor de todos eles… li o terceiro: tchato. Ainda li mais uns dois, e achei muito, muito chato (crítica literária level master). Tanto que decidi parar de ler e procurar outro. Maaans desafio é desafio, e minha consciência pesou xD Voltei ao livro e, entre bons contos e outros nem tanto, termineeeeei! xD

A característica principal de todos os contos é o aspecto nada legal do ser humano: as pessoas não são boazinhas e, muitas vezes, chegam até a ser cruéis. Algumas imagens usadas pelo autor são estranhas a nós, ocidentais (como a mulher que arranca os cabelos dos mortos), então imagino que ficamos meio em desvantagem na apreensão de toda essa descrição psicológica.

Agora que sentei pra escrever a resenha, me lembrei o que eu queria com o bendito: Dentro do Bosque foi o conto usado por Akira Kurosawa como base para o filme Rashômon, e foi por isso que eu quis ler o livro – pra ver o filme.

Não é um livro excelente, mas é um bom livro de contos. Vale a leitura também para conhecer um pouco da literatura japonesa menos ocidentalizada e mais moderna (apesar de o autor ser do início do século passado) e porque o seu autor, Ryūnosuke Akutagawa, é conhecido como o pai do conto japonês.

Eu percebi uma coisa: esse ano (2012 ainda) eu li dois autores japoneses! 😀 Pra quem nunca lia nada – fora um mangá ou outro – é ótimo, né? 🙂

E outra coisa: muitas vezes a conversão de pdf pra mobi FODE com a formatação 😦 Esse foi tenso até de ler.

Anúncios

8 respostas em “Ryûnosuke Akutagawa – Rashômon e outros contos

  1. Tenho MUITO orgulho de quem encara livro ruim até o fim!!

    Vou ler o “Dentro do Bosque” agora! Nunca li nenhum autor asiático – desconsiderando mangás e russos! 😀

    E também percebi esse problema do Calibre – inclusive de epub pra mobi. 😦 E o pior é que desconheço um leitor de epub DECENTE pra Mac.

  2. Pingback: Desafio Literário – Dezembro « Ana, leu isso?

  3. Pingback: Yasunari Kawabata – A Casa das Belas Adormecidas | Ana, leu isso?

  4. Pingback: Mark Twain – Tom Sawyer | Ana, leu isso?

  5. Tem também uma versão em filme western desse conto. Com Paul Newman no papel do bandido. O t´tulo no Brasil é “As quatro confissões”

    50anosdefilmes.com.br/2011/quatro-confissoes-the-outrage/
    14 de dez de 2011 – Passa-se no Velho Oeste, mas não é propriamente um western. … a Metro-Goldwyn-Mayer, e o título original, The Outrage – o ultraje, … Todos os substantivos em português servem perfeitamente para o …. Nos créditos finais, dá-se o devido registro: “Baseado no filme Rashomon de Akira Kurosawa, …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s